Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

("Bonfire"; fotografia de Sarah Gustafson, no blogue Silk Road Freeways. Todos os direitos reservados)

 

Recordo agora aqueles dias, que antecederam o fim. Dias terríveis. Um tempo de provações e destruição. Pergunto-me por vezes se poderia ter sido diferente, se alguma coisa em algum momento poderia ter impedido um final tão cruel. Talvez fosse tarde de mais; talvez mais cedo, muito mais cedo, quando o sol brilhava e a terra estava quente. Após o momento fatal, quando perdemos o controlo das labaredas, pouco havia a fazer, e o pouco que havia, fizemo-lo. Tentámos por todos os meios atrasar o final, recuperar um controlo que estava muito para lá do nosso alcance. E assim chegámos ao derradeiro momento, fitando as chamas, desafiando um fogo alheio ao nosso desafio.



publicado por r. às 09:03 | ligação | comentar

mais sobre mim

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27
28


passado recente

O fim

Os dias do fim (5)

Os dias do fim (4)

Os dias do fim (3)

Os dias do fim (2)

Os dias do fim (1)

A ausência de luz

O controlo

Erro de casting

A memória

passado distante

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

ligações
RSS