Terça-feira, 27 de Abril de 2010

(Fotograma de Citizen Kane (1941), filme de Orson Welles)

 

Idealizamos um lugar perfeito - "aquele" lugar só nosso, feito por nós à nossa própria medida, onde nos sentimos inteiros, completos, felizes. Tal lugar não existe. Não pode existir; erguê-lo do nada, levantá-lo a partir da primeira pedra, deitada na mais profunda das fundações, será um esforço que terminará em cinzas. Queremos sempre demasiado. Devemos querer. Mas não devemos perder o pé na ilusão. O lugar perfeito seria sempre imperfeito porque jamais seria "à nossa medida". Essa medida nunca poderá ser a da perfeição.



publicado por r. às 09:29 | ligação | comentar

mais sobre mim

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27
28


passado recente

O fim

Os dias do fim (5)

Os dias do fim (4)

Os dias do fim (3)

Os dias do fim (2)

Os dias do fim (1)

A ausência de luz

O controlo

Erro de casting

A memória

passado distante

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

ligações
RSS