Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

(Fotograma de House, M.D. (2004-2010), série de David Shore)

 

A verdade é que todos nós mudamos, seja pelo passar do tempo, constante e inexorável, seja por acontecimentos que nos marcam e que tornam impossível continuar na mesma direcção. Como uma tempestade que devasta o leito de um rio. Dizes-me hoje, com indiferente frieza, o que há um par de anos serias incapaz de me dizer sem desviares o teu olhar dos meus olhos. Olho para ti e vejo a diferença: menos paciência, menos compreensão, um forjar de um carácter e de uma personalidade num confronto impossível de vencer. Reconheço os teus passos, pois também eu os dei. Mas duvido que tenhas a noção do que te espera, a não arrepiares caminho.



publicado por r. às 09:13 | ligação | comentar

mais sobre mim

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27
28


passado recente

O fim

Os dias do fim (5)

Os dias do fim (4)

Os dias do fim (3)

Os dias do fim (2)

Os dias do fim (1)

A ausência de luz

O controlo

Erro de casting

A memória

passado distante

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

ligações
RSS