Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

("Sailing stones"; fotografia de autor desconhecido)

 

Não sei se o que realmente importa é o destino, se o caminho que percorremos para lá chegar. Sei que os nossos destinos mudam ao sabor das marés; sei que escolhemos com estranha frequência o caminho errado, se tomarmos como plausível a ideia de que existe um "caminho certo"; e sei que no final, feitas as contas, destino ou caminho importam muito pouco - como, de resto, não importa se caminhamos ou permanecemos imóveis indefinidamente. A verdade é difusa, mas a existir uma é esta: o sentido da vida é o mais puro "non-sense".



publicado por r. às 08:52 | ligação | comentar

mais sobre mim

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27
28


passado recente

O fim

Os dias do fim (5)

Os dias do fim (4)

Os dias do fim (3)

Os dias do fim (2)

Os dias do fim (1)

A ausência de luz

O controlo

Erro de casting

A memória

passado distante

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

ligações
RSS