Sábado, 22 de Janeiro de 2011

(fotografia de mattis the cool cat, no tumblr. Todos os direitos reservados)

 

Podia fazer o mesmo. Podia decidir: não o tornarei a fazer; e se não o conseguir naturalmente, obrigar-me-ei a nunca mais tornar a fazê-lo. Talvez não fosse tão difícil quanto isso, tomar tal decisão. Mas seria inútil. Não esquecemos o que passou apenas por abandonarmos os hábitos mais antigos enquanto para isso for necessário submetermos a nossa vontade e os nossos impulsos. Esquecer não pode ser um acto de consciência, de força de vontade. Se for, então até o acto de não pensarmos será doloroso.



publicado por r. às 09:19 | ligação | comentar

2 comentários:
De http://storm-of-life.blogs.sapo.pt a 22 de Janeiro de 2011 às 15:45
Por vezes creio mesmo que sabes o que sinto..., e que o colocas por palavras.


De r. a 23 de Janeiro de 2011 às 18:34
Acredita que não é intencional... mas não deixa de ser curioso.


Comentar post

mais sobre mim

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27
28


passado recente

O fim

Os dias do fim (5)

Os dias do fim (4)

Os dias do fim (3)

Os dias do fim (2)

Os dias do fim (1)

A ausência de luz

O controlo

Erro de casting

A memória

passado distante

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

ligações
RSS