Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

("Through the looking glass"; fotografia de autor desconhecido)

 

Idealmente, ao final seguir-se-ia um recomeço, como se um portal para um novo mundo se abrisse para nós. Teríamos a oportunidade de recomeçar tudo uma vez mais, com todo o conhecimento adquirido pela experiência e sem nenhum preconceito que essa experiência pudesse trazer. Idealmente. Na realidade, o novo mundo que pisamos após o final é apenas um reflexo no qual o mundo anterior se projecta; e a passagem que a custo atravessamos não nos abre nada de novo. Apenas nos conduz ao ponto onde ficámos, em mãos com a tarefa de reconstruir tudo a partir de escombros.



publicado por r. às 09:19 | ligação | comentar

mais sobre mim

Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9



27
28


passado recente

O fim

Os dias do fim (5)

Os dias do fim (4)

Os dias do fim (3)

Os dias do fim (2)

Os dias do fim (1)

A ausência de luz

O controlo

Erro de casting

A memória

passado distante

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

ligações
RSS